Materiais e tecnologias mais sustentáveis – Parte 1

17/11/2011 at 18:59 Deixe um comentário

Energia e água

LED

Chip emissor de luz que também é chamado de “SOLID STATE LIGHTING”, conhecido como “LED”. Sistema de iluminação com lâmpadas de “LED” possuem duração de 15 anos sem manutenção. Seu raio luminoso é livre de UV e de calor e seu tamanho compacto proporciona maior flexibilidade nos projetos. Uma tecnologia que supera a iluminação convencional, gerando uma economia que varia de 50 a 80 %.

Louças e metais econômicos

Torneiras e válvulas economizadora com sensor de presença, ideal para banheiros públicos, os sensores funcionam em 110v e 220v com baixo consumo de energia elétrica, em alta e baixa pressão de água.

Nas bacias sanitárias, permitem controle de fluxo com economia, com válvulas duplas de 3 e 6 litros que evitam desperdícios em mais de 60%.

Conforto termo-acústico

Vidros

Material muito utilizado para vedações, portas, janelas e divisórias. É um material não poroso e transparente que garante a iluminação natural e pode ser reutilizado várias vezes para a mesma finalidade.

Películas

Material para tratamento de vidros que visa melhorar o desempenho, rejeita até 79% da energia solar incidente no vidro, melhorando o conforto térmico do ambiente, bloqueiam também 99% dos raios ultravioleta, minimizando o desbotamento de objetos expostos ao sol.

Tecidos Green

Tecido usado em persianas e cortinas para proteção solar reduzindo a entrada de calor e a luminosidade excessiva. É isento de PVC e COVs. São mais seguros, pois, em caso de incêndio, não há emissão de fumaça densa nem quantidades mensuráveis de gás ácido hidroclorídrico, que é nocivo ao sistema respiratório.

Ecoplaca

Placas planas impermeáveis fabricadas com matérias-primas como alumínio, plástico e papel Cartão.  Possui alto poder de isolamento térmico e acústico e são obtidas do reprocessamento de resíduos industriais selecionados, gerados no pré e pós-consumo. Suas matérias-primas provêm geralmente de empresas do setor de embalagens.

Tijolos de solocimento

Tijolo composto de terra, cimento e água, utilizado na alvenaria estrutural e produzido sem o processo da queima, evita o desmatamento e, consequentemente, a poluição do ar. Elimina a quebra de paredes e o desperdício com materiais.

Placa de cortiça reciclada

Tecido vegetal utilizado para revestimento de paredes composto de 30% de cortiça extraída da casca do sobreiro e 70% reciclada de rolhas. É um material reciclado quando utilizado como revestimento possui um bom desempenho térmico-acústico.

Coberturas sustentáveis

O sistema ecotelhado, também conhecido como cobertura verde, é um jardim suspenso que pode ser instalado sobre diversas coberturas. Possui benefícios como, além de termo acústico, aumento da biodiversidade, influencia no microclima urbano, redução da emissão de CO2,aumento de área permeável. Segundo estudos da empresa pioneira em telhados verdes (Ecotelhado – Soluções em infraestrutura verde), o desempenho térmico do sistema ecotelhado pode ser comparado ao desempenho de isolantes térmicos como isopor (EPS) e poliuretano.

As coberturas brancas têm alta capacidade reflexiva e impedem os ganhos de calor pela radiação do sol em até 90%, diminui em até 6 graus a temperatura dentro das edificações, com isso reduz de 20% a 70% o consumo de energia ligado a refrigeração dos ambientes e melhora o conforto térmico no interior da edificação. Além disso, as coberturas brancas não criam uma superfície quente, melhorando também o microclima urbano. No mercado existem telhas brancas com camadas termoacústicas que aumentam ainda mais o desempenho térmico da cobertura

No Brasil, há também uma diversidade de telhas de material reciclado. Destacam-se: telhas feitas de garrafa pet, que suportam altas temperaturas e são mais leves; telhas de arestas de tubos de pasta de dente para a face externa e embalagens TetraPack para a face interna; telhas de fibra vegetal, indicadas para locais que dispensam forros e; telhas de plástico reciclado.

Entry filed under: Arquitetura Bioclimática, Construção Sustentável, Eficiência Energética, Materiais sustentáveis. Tags: , , .

Projeto sustentável Movimento Gota D’água

Comente este artigo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Blog Vertes
O Blog Vertes compartilha ações integradas de sustentabilidade entre empresas, consultores, estudantes e interessados na área de sustentabilidade em edificações.

Posts recentes

Acesse o website da Vertes
Curta nosso Facebook
Siga nosso Twitter

%d blogueiros gostam disto: