Posts tagged ‘ecohabitat’

Ecohabitat na Construir mais por menos

Ecohabitat – Casa modelo com projeto mais sustentável

A revista Construir Mais por Menos deste mês está com uma bela reportagem sobre a Casa Modelo. São 6 páginas de muita informação sobre a obra mostrando como uma casa sustentável pode ser econômica tanto na construção como na manutenção.

Arquitetura: Ecodhome

Fotografias: Divulgação

Para garantir a sustentabilidade da residência, foi realizada uma análise dos materiais e de índices de conforto ambiental pela VERTES, seguindo os critérios do RTQ-R. A partir dessa análise indentificou-se a classificação de eficiência  que residência obteria.

A Vertes esteve na Ecohabitat e pode verificar de perto as estratégias utilizadas, o conforto ambiental garantido pelos projetos de iluminação e ventilação natural adequados!

Veja também a análise completa Ecohabitat!

Anúncios

24/04/2012 at 16:29 Deixe um comentário

Ecohabitat – Uma construção mais sustentável – Análise de Eficiência Energética de ENVOLTÓRIA – Florianópolis/SC

Ecohabitat – Análise do desempenho térmico da ENVOLTÓRIA

Para garantir a sustentabilidade da residência, foi realizada uma análise dos materiais e de índices de conforto ambiental pela  VERTES, visando obter o nível de eficiência energética da edificação. Ainda, fez-se uma simulação da ENVOLTÓRIA, caso esta fosse submetida à etiqueta do INMETRO, seguindo os critérios do documento Requisitos Técnicos da Qualidade de Eficiência Energética de Edificações Residenciais (RTQ-R). A partir desta análise, identificou-se a classificação de eficiência energética que a residência obteria. A classificação pode variar de nível “A”, mais eficiente, a nível “E”, menos eficiente.

Análise das propriedades térmicas dos materiais

Arquitetura: Ecodhome

Fotografias: Divulgação

Para obter nível elevado de eficiência energética é necessário o atendimento aos pré-requisitos determinados na metodologia do RTQ-R. Alguns desses pré-requisitos são os relacionados com a envoltória da edificação, nos quais precisam atender ao limites exigidos apresentados na Tabela 3.1 do RTQ-R.

A tabela abaixo apresenta os valores calculados de transmitância térmica, capacidade térmica e absortância das paredes externas da residência. Observa-se que em todos os ambientes atende-se aos limites.

A tabela abaixo apresenta os valores calculados de transmitância térmica, capacidade térmica e absortância das coberturas da residência. Observa-se que em um dos ambientes não atende ao limite.

Análise da ventilação natural

Para edificações situadas na zona bioclimática 3, ambientes de permanência prolongada e cozinha devem possuir percentual de aberturas mínimas de aproximadamente de 8% da área do piso. Portas de acesso principal e de serviço não são consideradas para somatória das aberturas efetivas para ventilação. A tabela seguinte apresenta o percentual para ventilação natural da edificação. Observa-se que em todos ambientes obtiveram percentuais de ventilação acima do mínimo exigido.

Análise da ventilação cruzada

Para atendimento de condições de conforto e higiene, o projeto deve permitir condições de escoamento de fluxo de ar.  A fachada com maior área de abertura efetiva sobre a somatória das aberturas das outras fachadas deve obter fator ≥ 0,25. Observa-se na tabela abaixo que, para a residência analisada, o fator de ventilação cruzada é maior que 0,25, portanto atendem ao pré-requisito.

Análise da iluminação natural

Em ambientes de permanência prolongada a soma das áreas de aberturas para iluminação natural desses ambientes deve corresponder a 1/8 da área do piso, para obter nível A. Para outros ambientes a soma das áreas de aberturas para iluminação natural desses ambientes deve corresponder a 1/10 da área do piso. A tabela abaixo apresenta os resultados do pré-requisito de iluminação natural para a residência.

Um dos banheiros não atende o pré-requisito, porém o regulamento exige que apenas a maioria dos banheiros tenha abertura (50% mais um), atendendo, portanto, a exigência para o Nível A (Tabela abaixo)

Resultado

As plantas da residência apresentam as classificações alcançadas do desempenho térmico dos ambientes após a verificação dos pré-requisitos e principalmente após os cálculos de eficiência energética (metodologia completa no RTQ-R).

Classificação da ENVOLTÓRIA segundo o RTQ-R

Mediante todos os cálculos apresentados na metodologia do RTQ-R, segue a classificação da Ecohabitat. O Equivalente Numérico da Envoltória (EqNumEnv) representa análise final do desempenho térmico da envoltória da residência quando ventilada naturalmente e após verificação dos  todos os pré-requisitos. A residência atendeu a todos os pré-requisitos e, com isso, o projeto apresenta uma adequada ventilação natural e renovação de ar através da ventilação cruzada e um bom aproveitamento da iluminação natural.

A classificação do desempenho térmico da envoltória alcançou nível A de eficiência energética como apresentada na tabela abaixo.

14/03/2012 at 16:39 Deixe um comentário

Ecohabitat na Mercato Immobiliare

Ecohabitat – Casa modelo com projeto mais sustentável

Foto: Marina Santana

 

Arquitetura: Ecodhome

Fotografias: Divulgação

Leia a matéria completa em: Mercato Immobiliare

Para garantir a sustentabilidade da residência, foi realizada uma análise dos materiais e de índices de conforto ambiental pela VERTES, seguindo os critérios do RTQ-R. A partir dessa análise indentificou-se a classificação de eficiência  que residência obteria.

A Vertes esteve na Ecohabitat e pode verificar de perto as estratégias utilizadas, o conforto ambiental garantido pelos projetos de iluminação e ventilação natural adequados!

Veja também a análise completa Ecohabitat!

14/03/2012 at 16:38 Deixe um comentário


Blog Vertes
O Blog Vertes compartilha ações integradas de sustentabilidade entre empresas, consultores, estudantes e interessados na área de sustentabilidade em edificações.

Tópicos recentes

Acesse o website da Vertes
Curta nosso Facebook
Siga nosso Twitter

%d blogueiros gostam disto: